PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)
PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)

A TGM sabe que o sucesso de qualquer operação depende de uma convivência que respeite o meio ambiente. Além do rejeito seco, são desenvolvidos estudos permanentes e busca tecnologias cada vez mais modernas para controlar e reduzir impactos de suas atividades.

Os projetos objetivam monitorar a qualidade da água e do ar, promover a educação ambiental e controle de ruído, preservar a fauna e flora do cerrado e recuperar as áreas utilizadas pela mineração. Tais iniciativas contam com a parceria da comunidade e fazem parte da política de responsabilidade social da TGM.

Ações desenvolvidas:

Monitoramento dos recursos hídricos

Ocorre através do Programa de Monitoramento da Qualidade das Águas superficiais que se baseia no processo de coleta da água superficial em 10 pontos pré-definidos, análise da qualidade da água e medição da vazão dos ribeirões, já que estes, influenciam nas micro-bacias inseridas nas áreas de exploração da bauxita. Anualmente é elaborado o Relatório de Monitoramento da Qualidade das Águas superficiais e protocolado na Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (SEMAD), para atender as condicionantes das Licenças Ambientais e o Plano Básico Ambiental (PBA)

Monitoramento da fauna

Esta atividade ocorre desde o ano de 2009 através do Programa de monitoramento de fauna e tem o objetivo de atender as diretrizes do Plano Básico Ambiental (PBA). Baseia-se no monitoramento, captura e realocação de animais silvestres que não tem condições de escapar do processo de supressão da vegetação nativa. Além disto, é desenvolvida a educação ambiental com os colaboradores e prestadores de serviços, objetivando a repressão da caça ilegal de animais silvestres. Como resultado destas ações é elaborado anualmente o Relatório Consolidado de Monitoramento de Fauna Terrestre e Ecossistema Aquático e protocolado na Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (SEMAD).

Monitoramento do ar,  ruído ambiental e emissões atmosféricas

Ocorre anualmente com o objetivo de atender condicionantes da Licença Ambiental de Funcionamento da Terra Goyana Mineradora. Baseia-se em aspectos legais como leis ambientais, resoluções CONAMA, NBRs. Com o monitoramento é possível verificar se a empresa está desenvolvendo suas atividades dentro dos parâmetros estabelecidos pela legislação ambiental, caso não esteja, é possível tomar ações preventivas e corretivas para mudar o cenário.

Gerenciamento dos resíduos sólidos

A TGM gerencia os resíduos sólidos através da implementação do Plano de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos (PGRS), consolidado na Política Nacional dos Resíduos Sólidos, a qual traz princípios para o desenvolvimento do PGRS, como a prevenção e precaução, poluidor-pagador, o desenvolvimento sustentável, o reconhecimento do resíduo sólido reutilizável e reciclável como um bem econômico e de valor social, gerador de trabalho e renda e promotor de cidadania, a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos. 

O objetivo central é a não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos. 

Além disso, os resíduos recicláveis são doados para catadores de materiais recicláveis das comunidades vizinhas, e os resíduos perigosos são coletados e devidamente tratados por uma empresa licenciada.

Recuperação de Áreas degradadas

Essa é uma das principais atividades desenvolvidas pela Terra Goyana Mineradora e visa mitigar os impactos ambientais negativos nas áreas alteradas pelo avanço da extração da bauxita. 

As técnicas utilizadas consistem na reconformação topográfica, controle e destinação adequada das águas pluviais, contenção dos processos erosivos, inserção de serapilheira, correção do solo com calcário, adubação de plantio, adubação de cobertura, plantio de gramíneas e leguminosas para oxigenar e adubar o solo, criando melhores condições para o plantio de espécies nativas do Cerrado. Desta forma é possível promover a reabilitação da flora e consequentemente da fauna, oferecendo subsídios à conservação ambiental e utilização futura compatível com as necessidades locais.

Recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APPs)

Objetiva reflorestar APPs onde há déficit de vegetação nativa, para desta forma trabalhar em consonância com o Código Florestal do Estado de Goiás, Lei 18.104 de 2013.

As APPs são importantes para o equilíbrio abiental, pois tem a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas. Desta forma, a equipe de meio ambiente da Terra Goyana Mineradora realiza o levantamento da áreas que precisam ser reflorestadas e aplica a metodologia adequada, realizando a roçada manual, abertura de covas, adubação, seleção de mudas, isolamento, plantio, e tratos culturais.

Monitoramento arqueológico

É desenvolvido através do Programa de Levantamento e Monitoramento Arqueológico  que visa atender as prerrogativas da Resolução CONAMA 01 de 1986. A realização dos levantamentos dos sítios arqueológicos integra o Estudo de Impacto Ambiental nos processos de obtenção da Licença Prévia e Licença de Instalação da atividade de exploração da bauxita. A obtenção destas licenças condiciona a Terra Goyana Mineradara a realizar o monitoramento arqueológico e a desenvolver o projeto de educação patrimonial.

Comunicação Social com as comunidades

A Comunicação Social acontece através do Programa de Comunicação e Responsabilidade Social que se subdivide em:

  • Educação ambiental: Palestras de educação ambiental para as escolas de ensino fundamental e médio, e em breve, nas dependências da TGM, já que será construído o Centro de Educação Ambiental e o viveiro de mudas nativas do Cerrado;
  • Capacitação de mão de obra: Treinamento dos colaboradores com os mais diversos cursos de capacitação, especialmente na temática ambiental ou de segurança do trabalho
  • Apoio à saúde pública: A TGM  destina recursos aos municípios e instituições filantrópicas de Barro Alto e Santa Rita do Novo Destino. Envolvida desde o início da pandemia em medidas de mitigação e prevenção ao Coronavírus (COVID-19), a TGM reforça suas frentes de suporte ao município de Barro Alto (GO) destinando recursos, além de tomar uma série de medidas preventivas para o combate do COVID-19 nas dependências da empresa;
  • Combate ao abuso e exploração sexual infantil: Trabalho em parceria com as assistências sociais dos municípios vizinhos para combater o abuso e exploração sexual infantil;
  • Projetos sociais: Disponibilização de espaço e recursos ao município e instituições, como o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Associação dos Parceiros da Arte Cultural de Barro Alto (APAC) e Associação das Mulheres Produtores de Rapadura de Souzalândia que visa estruturar a fábrica de rapadura da associação.
Open chat